Contido

Videogames
 
Comprando jogos com o Vale Cultura
por Alex Moura em 21-02-2013 21:07
atualizado em 09-11-2015 00:13
http://contido.com.br/?aid=237
 
Para o Governo os jogos de videogame são produtos culturais ou não?
 
Marta Suplicy e o vale cultura 
 
Nos últimos dias tem havido preocupação no segmento de desenvolvimento de software sobre a possibilidade de aquisição de jogos através do Vale Cultura. Mas a preocupação é até certo ponto infundada.

Vale lembrar que de acordo com a Portaria nº 116, de 29 de novembro de 2011, os jogos eletrônicos passaram a ser reconhecidos como segmento cultural:

"Art. 1º Segmentos culturais integrantes das áreas de representação da CNIC: II – audiovisual: k) jogos eletrônicos;"

Desse modo, os jogos também se enquadram na categoria audiovisual da LEI Nº 12.761 Programa de Cultura do Trabalhador; que cria o vale-cultura:

"Art. 2º: II - produtos culturais: materiais de cunho artístico, cultural e informativo, produzidos em qualquer formato ou mídia: § 2o Consideram-se áreas culturais para fins do disposto: III - audiovisual;"

E, na prática, nenhuma livraria fará distinção se a pessoa está comprando um jogo, livro ou CD, e como já afirmou a ministra Marta Suplicy: "O trabalhador vai poder comprar o que quiser. O bom disso é a liberdade do trabalhador. Ele vai fazer o consumo como ele desejar".

Sodexo e VR já começaram a corrida pela disputa do setor, e a listas de estabelecimentos que aceitam o Vale já podem ser encontradas em seus sites.

E mais:
O chefe que queria ser rei
Medo e servidão são as principais ferramentas de opressão no ambiente de trabalho de milhões de pessoas.
9 dicas Para Melhorar Seu Perfil no Happn
Tá difícil rolar uns crushes no happn? Essas dicas vão te ajudar a conseguir mais!
Como escrever argumentos para videoclipes
Veja o argumento completo do videoclipe Turn Down For What
Shoutcast para quem quer ouvir boa música
Nunca usei Rdio, Pandora ou Spotify e não sinto falta.
Professor real, alunas virtuais e sexy
E se a realidade virtual servir para mais do que se imagina?
Tirando desenhos do papel, de verdade
Quiver é um app divertido para dar vida aos coloridos das crianças.
Robôs precisam de conexões globais 24h por dia
Grandes empresas estão na corrida para conectar o mundo
Nobuyuki Forces: gratuito, independente e ótimo
Jogo de ação, casual e com adrenalina máxima para testar sua atenção e pontaria.
Porque se inspirar logo de manhã
Escapar da rotina começa cedo.
Amor real por personagens vituais
O que vale mais: a realidade ou a percepção?

 
Arte | Bon Vivant | Cinema | Culinária | Design | Exposições | HQ/Manga | Idéias | Ilustração | Internet | Literatura | Moda | Música | Negócios | Tecnologia | TV | Videogames
 
Busca no Contido:
©Alex Nautilus :: CONTIDO.com.br :: SOBRE O SITE :: RSS :: @contido no Twitter